Sala do Diretor

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ir em baixo

Sala do Diretor

Mensagem por James Blackwell em Dom Jul 22, 2012 6:18 pm

Relembrando a primeira mensagem :

Sala do Diretor
• Casa Branca •


Aqui é onde normalmente o diretor fica. Qualquer situação não-resolvida, chega a ele, que, de todo modo, resolve. É nesta sala também onde fica a ficha de todos os alunos, arquivadas num armário, em papel, e também no computador, mais atualizado e protegido por senha, conhecida apenas pelo diretor e pela secretária(a que cuida da recepção).



Kath@GX

_ _ _ _ Acampamento SobreNatural RPG _ _ _ _


James Blackwell


Depois de mais um final de semana, Surfando, Ficando e na Bebedeira
I like to drink, but I love kissing.
avatar
James Blackwell
Administrador

Mensagens : 371
Localização : Quarto8)

Informações
PhotoPlayer: Ian Somerhalder
Raça: Vampiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Sala do Diretor

Mensagem por Narrador em Qua Ago 06, 2014 6:31 pm

Interrogatório
• sala do diretor •

Fazia uma semana já. Os campistas estavam tentando se acostumar, mas a situação era complicada. Alguns estavam decidindo se formar mais cedo e se livrar o mais rápido possível d'Ela e do Acampamento SobreNatural. Outros tentavam parecer cegos e indiferentes ao que viam e ouviam. Alunos eram torturados em sala de aula e os boatos sobre o que havia acontecido com os guardiões aprendizes, com o Diretor Ivashkov e com o Comandante dos Guardiões Markwell, eram muitos, mas nenhum deles chegava nem perto da verdade. Eles estavam sofrendo, fracos por não terem comido nada, e muito machucados. Eram torturados bruscamente todos os dias e em público, embora não saíssem da Casa Branca. Na verdade, também a Noiva das Sombras não colocava os pés fora da casa principal do Acampamento. Não daria aos meros campistas o luxo de vê-la.
Mas Ela estava cansada de esperar. Devia partir para o próximo passo, ou melhor, para o próximo lugar: devia tomar o Black Castle. E então todo o Mundo SobreNatural seria dela. Para isso acontecer, tinha que ter mais informações sobre o castelo... É claro que haviam alguns informantes lá dentro, mas eles não eram de todo espertos o suficiente para achar uma entrada secreta, algo que nem os guardiões soubessem. Ao menos que houvesse uma pessoa assim aqui, no Acampamento. Uma pessoa a disposição dela. Alguém como Christian Markwell, Comandante dos Guadiões. Sim, ele seria perfeito, mas o que fazer para com que ele liberasse as informações? Era preciso que Markwell falasse, a todo custo. Torturá-lo não lhe parecia uma boa ideia, afinal, Ela precisava de algo mais rápido, e ele podia ser bem resistente quando queria. Algo estava Lhe passando despercebido, algo que Ela deveria saber... Então lembrou-se.
A Noiva das Sombras levantou bruscamente da cadeira do diretor e ordenou a alguns lobisomens que entrassem na sala, junto com Dallas.
Tragam Markwell para mim. Agora.
O frio característico em suas palavras fez com que os lobisomens virassem e saíssem rápido dali. Dallas ficou e então Ela lhe explicou seu plano. Era perfeito. Christian Markwell iria contar todos os detalhes.
Quando Dallas saiu, Ela voltou a reencostar-se na cadeira e deixou seus pensamentos vagarem. À muito tempo atrás havia achado o Comandante atraente, como todas as outras suas colegas de profissão. É claro que isso havia ficado no passado, enterrado junto com tantas outras coisas. Coisas das quais ela não sentia nem um pouco de falta. Agora, tinha tudo o que sempre sonhara: fama, poder, medo. Tudo o que lhe garantia a certeza de uma vida melhor do que a vidinha medíocre que levava no passado.
O passado fica no passado.



Kath@GX
avatar
Narrador
Narrador

Mensagens : 29
Localização : Todos os Lugares

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sala do Diretor

Mensagem por Christian Markwell em Sab Ago 09, 2014 1:56 am


Sala do Diretor

INTERROGATÓRIO- @


 Quando Rose fugiu da enfermaria, fui atrás dela. Quando cheguei na Floresta, um pouco antes do local onde estava A Noiva das Sombras e o ataque central, a vi com o lobisomem Stark. Não pude deixar de sentir que era eu que deveria estar ali para protegê-la, e não ele. Logo tirei isso da cabeça e fui para o lado de William. Nós somos bom em luta, muito bom, mas eles também são, sem contar que estão em maior número. Em algum tempo, somos dominados e levados como prisioneiros. Algumas das pessoas mais importantes foram sequestradas também, mas quando cheguei na sala, não vi Rose e suspirei de alívio. Afinal, Stark deve ter pensado que ela seria um grande alvo e levou-a para bem longe. Alguns minutos depois, tive a prova que isso foi só a ilusão de um pensamento otimista meu. Os dois foram capturados.

Eu sabia que seria interrogado, só não quando. Conheci Ela antigamente, e sei que ela é ambiciosa e não se contentará apenas com o Acampamento, e que isso não está perto de acabar. O dia finalmente chegou, e eu sou levado para a Sala do Diretor. Ao me empurrarem para dentro da sala, a primeira coisa que vejo é Ela, sentada atrás da mesa que pertence a Willian, achando-se importante e superior à todos os outros, quando não passa de uma manipuladora que agiu na hora certa e escolheu as pessoas certas. Sinto uma mão nas minhas costas, jogando-me para o centro da sala. Não cambaleio nem demostro emoções algumas. 

Eu posso conhecer um pouco dEla, mas A Noiva também me conhece. Sabe que eu não vou falar tão cedo, e que com o trabalho que tenho, o passado que tenho, também tenho uma certa resistência a tortura. Dói tanto em mim quanto nos outros, é claro, mas aprendi a controlar minhas emoções e a não demostrar nada ou falar. E não posso negar que estou um tanto curioso para ver o que Ela preparou para mim. Mas em nenhum momento a subestimei, e nunca irei, porque esse é um dos maiores erros que se pode cometer. 




avatar
Christian Markwell
Comandante dos Guardiões

Mensagens : 158
Localização : Black Castle + Londres

Informações
PhotoPlayer: Matt Dallas
Raça: Filho das Sombras

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sala do Diretor

Mensagem por Megan Ivashkov em Dom Ago 10, 2014 7:18 pm




Don't Tell Me How to Feel!

You had it all and now your left for nothing!


Bran e eu fomos pegos. Conseguimos ouvir alguém correndo em nossa direção e nos levantamos na hora. Ele me falou para correr e eu disparei, mesmo assim eles me alcançaram e me trouxeram para a Casa Branca. Ela tomou o camp, afinal, e prendeu todos os guardiões aprendizes. O que eu estava fazendo ali com eles? Não sei, mas Lissa estava ali também e então não reclamei, mesmo que nós estivéssemos a cadeiras de distância e sem jeito de conversar.
Alguns eram escolhidos todo dia e torturados até não aguentarem mais. Eu só olhava aquilo acontecer, sem realmente prestar atenção. Os dias passavam devagar, se é que passavam, porque não tinha nenhuma janela na sala para acompanharmos. Chegou minha vez de tortura e só fiquei quieta e aguentei o máximo, então desabei e eles me deixaram em paz. Isso não iria acabar nunca?!
Quando Dallas veio, só achei que seria a vez dele de se divertir com a gente, mas ele veio até mim e me soltou sem dizer nada, embora aquelas algemas ainda apertassem meus pulsos. Depois fui forçada a acompanhá-lo até a sala do meu pai, mas claro que o Diretor Ivashkov não estava ali. Ela estava, e o comandante também, em um estado tão ruim quanto o meu.
O que está acontecendo?
Sussurrei para Dallas, que só me mandou calar a boca. Odeio a sensação de não saber de nada. Sou colocada ao lado do comandante, mas não o olho. Em vez disso, encaro a Noiva das Sombras, a mulher que, no momento, pode jogar com a gente. Como bem quiser.


Place: Sala do Diretor With: Todos Music: Lonely - Britney Spears Clothing: This
credits @

avatar
Megan Ivashkov
Vampiros

Mensagens : 123
Localização : Camp

Informações
PhotoPlayer: Isabeli Fontana
Raça: Vampira

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sala do Diretor

Mensagem por Narrador em Dom Ago 10, 2014 10:11 pm

Interrogatório
• sala do diretor •

Christian Markwell chegou primeiro e Ela se sentiu muito bem ao ver o estado do grande Comandante dos Guardiões, parecia um mero mortal e isso a agradava. Eles se olharam por alguns minutos, ele parecia curioso, Ela estava calma e transmitia a certeza de que conseguiria o que quisesse. Megan Ivashkov entrou na sala, sem sua blusa, e Ela não desviou os olhos do Comandante, queria ver a mudança em sua expressão, saborear isso. E conseguiu, o que só aumentou sua certeza de que teria a informação que precisava.
Mandou Markwell sentar-se na cadeira em sua frente e Dallas levar Ivashkov para a parede, às costas d'Ela. Queria que o Comandante conseguisse ver a Ela e Megan em um mesmo plano.
Christian. Quero saber como entrar no Black Castle. Quero ser informada de todas as entradas secretas, todos os pontos desconhecidos pelos guardiões. E você vai ter que me contar.
Silêncio. O Comandante não respondeu a Ela, exatamente como o previsto. A Noiva das Sombras soltou uma risada fria.
Ótimo. Dallas, comece. E só pare quando eu mandar.
Ela lhe entrega uma faca, tirada do bolso, uma especial. E então tudo começa.



Kath@GX
avatar
Narrador
Narrador

Mensagens : 29
Localização : Todos os Lugares

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sala do Diretor

Mensagem por Dallas Boulevard em Dom Ago 10, 2014 11:52 pm



Do Whatever I Want
what can be better


Trouxe Megan para cá como o combinado, para fazer o plano d'Ela dar certo. Era um bom plano, e ia fazer o comandante falar não só o que Ela queria, mas confessar outras coisas também. Minha vítima preferida queria saber o que ia acontecer, mas mandei-a calar a boca, tinha que aprender a respeitar a grande Noiva. Quando chega a minha vez de entrar em cena, com um faca banhada em Je La Lune, finalmente começo a me divertir. A chefinha queria causar muito sofrimento, queria o Castle a qualquer custo, e tinha achado um jeito ótimo de consegui-lo.
Megan está sem blusa, o que torna tudo mais lindo e fácil. Primeiro faço algumas linhas finas nos braços. O sangue começa a jorrar imediatamente, muito sangue, as belezas do Je La Lune. A filhinha do diretor não reage, e eu continuo. As facadas. No colo e em toda parte de pele exposta, algumas fundas e outras muito fundas. Escuto o comandante começar a falar, mas Ela não me manda parar e estou muito concentrado. Megan faz menção de desmaiar e eu a seguro em pé, sacudindo-a. Não paro com as facadas, as linhas finas e com o sangue. Faço um corte profundo nas costas dela, feliz com o fato de não precisar parar ainda, porque minha chefinha não falou nada.
Megan sempre foi a mais fácil, a mais gostosa e a vítima perfeita.

infinitize @JM and @GL


avatar
Dallas Boulevard
Demônio

Mensagens : 41
Localização : Camp

Informações
PhotoPlayer: Paul Wesley
Raça: Demônio

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sala do Diretor

Mensagem por Megan Ivashkov em Sab Ago 16, 2014 7:59 pm




Don't Tell Me How to Feel!

You had it all and now your left for nothing!


Eu entendi tudo antes de acontecer. Não era eu que ela queria, era o comandante. Eu estava ali por causa dele. Ela queria saber sobre o Castle e, é claro, o comandante não falou nada. Então Dallas entrou no jogo e a tortura começou, em mim. Aquele punhal doía mais do que qualquer coisa e eu tentei me colar na parede, não adiantaria nada lutar.
Aguente. Aguente.
Consegui manter os olhos abertos por tempo suficiente para lançar um olhar para o comandante. "Não conte." Eu podia aguentar aquilo e depois a "pele incrível de vampiro" cuidaria do resto.
A verdade me atingiu junto com a primeira facada. Je La Lune. Eu me lançava para frente mesmo sem querer. Uma facada. Porque doía. Outra. Doía tanto. Outra. Os cortes não fechariam depois, não facilmente, e deixariam marcas. Mais uma. As lágrimas começaram a escorrer e eu não pude impedí-las. Mais uma. Mas chorar foi um erro, como sempre é. Minha visão começou a escurecer e senti que ia cair. Dallas me segurou e me sacudiu. Eu já não abria mais os olhos e mal ficava em pé quando senti a dor nas costas. Não sabia o que Dallas estava fazendo, mas a dor ardia, queimava. Não achei forças para gritar. Sangue foi a última coisa que eu vi.


Place: Sala do Diretor With: Todos Music: Lonely - Britney Spears Clothing: This
credits @

avatar
Megan Ivashkov
Vampiros

Mensagens : 123
Localização : Camp

Informações
PhotoPlayer: Isabeli Fontana
Raça: Vampira

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sala do Diretor

Mensagem por Christian Markwell em Qua Ago 20, 2014 11:33 pm


Sala do Diretor

INTERROGATÓRIO- @

Espero pacientemente pelo truque da Noiva da Sombras. Mantenho meu rosto sério quando Rose entra na sala, sem blusa, mas xingo mentalmente. Não pela parte de ela estar sem blusa, claro; pelo fato de ela estar aqui. Vão torturá-la para me fazer falar. E, preciso ser realista, vão conseguir. Mas a verdade é que não importa quem eles trouxessem para torturar, eu ia falar. Não ia simplesmente deixar alguém sofrer porque eu não quis falar. Porém, com a Rose, isso vai me atingir. 

O ex-guardião-aprendiz, Dallas Boulevard, começa a tortura nela. Não posso desviar o olhar; ela não me deixaria e isso só faria com que Ela achasse que Rose é minha franqueza. E, ao vê-la sofrer desse jeito, finalmente percebo que ela é, e não posso continuar tentando negar isso. - Pare! Eu vou cooperar. - falo firmemente para a Noiva das Sombras, mas ela apenas sorri maliciosamente e não dá a ordem para o demônio parar. Enquanto isso, Rose fiz para mim não falar nada, mas ela está sofrendo demais. Continuo falando para Ela parar, que eu vou falar. A minha voz se eleva cada vez mais. Ao ver Rose chorando, vulnerável e assim machucada é a gota d'água. Levanto em um pulo e parto para cima de Dallas, para faze-lo para de qualquer jeito. Sei que ganho dele em uma luta, assim como Ela, que me detém por tempo suficiente para o capacho dela fazer a vampira desmaiar.

Desvencilho-me dos braços dela e vou até a escrivaninha, onde abro a segunda gaveta de Willian, que sei que há uma garrafa de sangue para momentos como esse. Isso me faz lembrar da última vez que a vi; eu também estava com um desses na mão. O que eu queria mesmo era correr até ela e dar um jeito nos machucados; embora eu sei que ela não está sentindo nada, vê-la machucada assim... Simplesmente não posso. Mas A Noiva das Sombras já sabe que me importo com a filha do Diretor, mas Ela não precisa saber o quanto. Agarro-me no pensamento de que ela não está em dor enquanto ando até Rose e coloco a garrafa ao lado dela para quando acordar.

Olho para os dois membros da Irmandade, agora lado a lado; Dallas com um sorriso presunçoso no rosto. Encaro-os, e finalmente falo: - Você nunca vai conseguir invadir o Black Castle. Não há passagens secretas, apenas a porta da frente. E essa está bem protegida.


avatar
Christian Markwell
Comandante dos Guardiões

Mensagens : 158
Localização : Black Castle + Londres

Informações
PhotoPlayer: Matt Dallas
Raça: Filho das Sombras

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sala do Diretor

Mensagem por Narrador em Dom Ago 31, 2014 6:42 pm

Interrogatório
• sala do diretor •

Christian reagiu exatamente como Ela esperava. Patético o jeito como as pessoas são previsíveis. A Noiva das Sombras só sorria enquanto o Comandante saía do seu natural estado inabalável e, quando ele finalmente resolveu partir pra cima de Dallas, Ela o segurou. Força, Magia Negra. Só o necessário para que a vampira tivesse tempo de desmaiar, então Ela o soltou. O centrado Comandante abriu uma das gavetas da mesa e pegou uma garrafa de sangue, colocando-a em seguida ao lado de Ivashkov. Foi demais para Ela, que não se segurou mais e soltou uma bela gargalhada. Ouviu-o dizer que entrar no Black Castle é impossível, mas isso não abalou Sua confiança. Patético resumia o que Christian Markwell era. Um homem apaixonado pela filha do seu melhor amigo. Um homem imperceptível. Um homem que não sabe que a palavra "impossível" não existe no dicionário da Noiva das Sombras.
Ah, Markwell. Tenho pena de você. Realmente acha que ela vai acordar?
Aquela risada fria estava ali de novo, saindo dos lábios d'Ela. Dallas lhe entregou a faca, agora ensanguentada, e, com um movimente rápido, Ela jogou-a para o Comandante. Ele agarrou-a no ar, pelo cabo.
Ela está morta. Je La Lune. Talvez sua amada fosse salva, caso chegasse em tempo à enfermaria, mas isso não vai acontecer. Agora vou deixar você mesmo contar para o pai dela. Melhor do que teria que falar caso ela estivesse viva, não acha?
Ela chama alguns dos seus vampiros para levá-lo dali e começa a planejar o próximo passo. Talvez o Comandante estivesse falando a verdade e o Black Castle fosse mesmo inatingível. A solução seria trazer os guardiões de lá para o Acampamento. Uma ideia começou a se formar na mente d'Ela.
Diga-me Dallas, esse ano já ocorreu aquela festa, como é mesmo o nome? Ah, sim, a The Black Night? Não? Ótimo. Vamos fazer uma edição especial, aqui mesmo no Acampamento SobreNatural. Quero todos os campistas lá, sorrindo, incluindo os guardiões-aprendizes presos. Quero vigilância em cima deles, é claro. Mas a festa ocorrerá. Avise os outros.
Dallas Boulevard sai da sala e então Ela senta na cadeira. A nova diretora começa a planejar uma festa, mas interrompe seus pensamentos para olhar para Megan Ivashkov. O Comandante não deixou-se levar pelos vampiros e está ali ao lado dela, parece sofrer, mas sua expressão é, como sempre, indecifrável. Ivashkov não apresenta nenhum sinal de vida, não se move e está mais pálida do que nunca.
Vá embora, Markwell. Ela já se foi.



Kath@GX
avatar
Narrador
Narrador

Mensagens : 29
Localização : Todos os Lugares

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sala do Diretor

Mensagem por Christian Markwell em Dom Set 28, 2014 10:10 pm


Sala do Diretor

INTERROGATÓRIO- @

Só escuto metade do que Ela diz. Só conseguia olhar Rose e a vida sendo tirada dela. Ela realmente parecia morta. E isso eu não podia admitir. A Noiva das Sombras pode ter tomado conta do Acampamento e estar planejando um grande plano contra o Black Castle. Não tenho certeza sobre como eu me sinto sobre ela, ou ao contrário, mas não posso negar que nós nos beijamos umas quatro ou cinco vezes, sei lá. 

E então Willian vem na minha cabeça. Meu melhor amigo, pai dela. Ele já sofreu o suficiente ao perder a mulher, não pode perder a filha também. E não sei se eu conseguiria encará-lo e contar que beijei a filha dele mais de uma vez e que também a deixei morrer. Preciso fazer algo. Olho ao redor, mas não tem nada que vai me ajudar. Dallas eu consigo derrubar, mas junto com A Noiva? É demais até para mim. Deito ao lado de Rose e abraço-a, fingindo aceitar a perda. Mas já perdi Ângela. Não quero perder mais ninguém, não importa quem seja. 

Faço com que o fato de eu ser um Filho das Sombras seja útil, e me misturo com as sombras, levando Rose junto. Invoco as sombras e flutuo um pouco deitado, prevendo que Dallas iria se jogar onde nós estávamos. Saio pela porta em segundos, carregando Rose comigo. Vou o mais rápido possível para a enfermaria, rezando para que Rose continue viva. 

Continua: http://campsobrenaturalrpg.forumeiros.com/t173p21-enfermaria 


avatar
Christian Markwell
Comandante dos Guardiões

Mensagens : 158
Localização : Black Castle + Londres

Informações
PhotoPlayer: Matt Dallas
Raça: Filho das Sombras

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sala do Diretor

Mensagem por Narrador em Dom Set 28, 2014 11:34 pm

avatar
Narrador
Narrador

Mensagens : 29
Localização : Todos os Lugares

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sala do Diretor

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum